6 de novembro de 2010

Viva sua própria vida!

3 comentários
fiuk

2 de novembro de 2010

Justin Bieber tem medo de barata

3 comentários

justinbieber medinho Justin Bieber tem medo de barata
Hum... boiola.
via: Gordo Nerd

1 de novembro de 2010

O que Dilma fez após sua eleição

10 comentários
Dilma em seu melhor

Agora são 4 anos de corrupção no modo feminino ou não.

30 de outubro de 2010

Quem trai mais: o homem ou a mulher?

4 comentários


Pelo menos entre os brasileiros, os reis da traição são os homens. Aliás, se pular cerca fosse esporte, certamente estaria entre os mais praticados do país. Isso é o que indica uma pesquisa feita em 2003 pela Universidade de São Paulo (USP), que ouviu as confissões sobre infidelidade de quase 4 mil pessoas casadas em 17 cidades. De acordo com o estudo, metade dos homens já deu suas escapadinhas pelo menos uma vez durante o matrimônio. Entre as mulheres, o índice médio de infidelidade é bem menor, em torno de 22%. Para entender tamanha diferença, é preciso considerar fatores biológicos e tradições típicas do nosso país. "Primeiro, devemos ter em mente que o homem tem um hormônio sexual muito potente, o andrógeno. Isso pode gerar maior agressividade sexual em relação à mulher, influenciada por um hormônio mais suave, o estrógeno. Em segundo lugar, a cultura brasileira dá ao homem liberdade para fazer sexo e diversificar suas conquistas", afirma a psiquiatra Carmita Abdo, coordenadora da pesquisa da Universidae de São Paulo. Um aspecto importante é que os dois sexos traem por razões bem diferentes. Enquanto a rapaziada geralmente só quer descarregar o tesão e obter satisfação física, as mulheres costumam entrar de cabeça na relação, se envolvendo muito mais. "Quase sempre, elas querem romper um dos relacionamentos e se dedicar àquele que mais satisfaz a sua necessidade afetiva", diz Carmita.


Via: Revista Mundo Estranho

Como surgiu a numeração dos sapatos?

2 comentários

A primeira descrição oficial de um sistema de tamanhos para calçados foi publicada na Inglaterra em 1688. No manual The Academy of Armory and Blazon, dessa época, Randle Holme menciona um acordo entre sapateiros para utilizar um sistema de um quarto de polegada (0,635 cm) como padrão. Mais de um século depois, uma nova medida foi instituída pelos fabricantes ingleses: um terço de polegada (0,846 cm), o equivalente a um grão de cevada, que era justamente a medida usada pelo rei Eduardo I, no século 14, como padrão para os calçados. Essa medida virou uma unidade métrica chamada ponto, que, na esteira da Revolução Industrial, entrou no primeiro sistema de numeração para fábricas de calçados, criado em 1800 pelo americano Edwin B. Simpson. O sistema incluía também medidas de meio ponto, usadas até hoje nos EUA e na Inglaterra. Os fabricantes só começaram a utilizar o método em 1808, mas ele sobreviveu e dura, com pequenas variações, até hoje. Outros países, como o Brasil, adotaram sistemas diferentes, mas sempre baseados na idéia de ponto. O sistema brasileiro usa o ponto francês – dois terços de centímetro –, que é mais ou menos o padrão em toda a Europa continental. No Japão, o padrão é mais simples: 1 ponto mede 1 centímetro. :^)

29 de outubro de 2010

Artista norte-americano vira celebridade por esculpir impressionantes imagens em abóboras

6 comentários

26 de outubro de 2010

Gráficos da Vida Moderna

0 comentários
Oi pessoal, estou um tempo sem postar no blog, e eles está meio abandonado, maas, eu tô de volta e vou ver se terei um tempinho pra postar aqui. Agora vamos aos gráficos:



25 de maio de 2010

Dorgas!!!

2 comentários
Largue as dorgas e vire pastor!!!
older post